quarta-feira, 27 de março de 2013

Mãe de Anjo

Bom meninas para finalizar eu disse que passei em alguns blogs de mulheres que perderam os seus bebês, a maioria que li perderam bebês ou no parto (com 9 meses, ou no 8º mês) não posso dizer que uma dor é maior ou menor, mas sei que a dor delas deve ser enorme porque se eu já sofro com a perda do meu que estava só de 8 semanas imagina perder depois de senti-lo crescer, de comprar o enxoval, de fazer planos... não sei se resistiria.

Este desabafo me serviu para entender uma coisa... 
Tanta gente me falando para entender que foi vontade de Deus, que Deus sabe o que faz, que logo Deus irá me dar outro... e pensei na minha tristeza e na minha dor, e senti a resposta... é meninas, uma paz cobriu o meu ser depois de conseguir colocar tudo para fora, e eu entendi...

Alguém já percebeu que a maioria das mães que perdem os seus bebês são aquelas que mais querem ser mães? Então eu entendi o que acontece, lá no céu tem os anjos que precisam voltar como nossos filhos, porém alguns ainda não estão fortes o suficiente para crescerem, mas precisam de uma dose de amor, para conseguirem cumprir a sua missão. Então Deus escolhe estas mães loucas para terem os seus filhos, aquelas que não se importarão se ficarão com os seus bebês, um ou 9 meses, mas irão amá-los da mesma forma e para a eternidade, e é por isto que Deus me escolheu, para dar amor a este bebê, que será para sempre o meu filho, meu anjinho, que eu o amei desde a primeira vez que o senti e irei amá-lo para sempre.

É meninas eu entendi o motivo do meu anjinho ter ficado tão pouco tempo, porque ele veio apenas pegar uma dose de amor, e voltar para o céu para continuar o seu crescimento e depois poder voltar para terra.
Espero que Deus tenha entendido que eu o amo demais, mas que não tenho tanta força para aguentar perdas. e me mande logo o meu filho prontinho para cumprir sua missão aqui pertinho de mim.

Bom meninas é isto, agora é seguir todos os procedimentos certinhos e ficar rezando para que Deus mande logo um anjo que já esteja prontinho para viver aqui.

A.R. - E a Curetagem?

Acho que esta é a ultima parte destes relatos, depois posso colocar como tudo está correndo.

Bom meu marido, não queria ir embora, como ele é funcionário pode ficar um pouco mais comigo, mas só um pouquinho, ficamos em uma salinha reservada e na sala antes da minha tinha um monte de mulheres em trabalho de parto, é sério gente o que o povo mais velho fala, quando a lua muda as crianças nascem...rsss.

Ele não queria ir embora, disse que não tinha como saber quando poderia me levar para casa, que ia ficar lá fora, ai eu falei, calma o procedimento não será agora, irão colocar primeiro medicamento para induzir, e pode ser que a curetagem só irá ocorrer daqui a um ou dois dias... Ai eu falei, pega o telefone daqui com as meninas, e liga, e foi assim que consegui convencê-lo a ir...

Fiquei lá, sozinha, me sentindo na ala dos que não puderam ter filhos, porque a sala ao lado estava cheia, mulheres com suas acompanhantes, mulheres sentindo dores, mulheres esperando a hora, e eu ali, esperando para introduzirem um medicamento em mim, para tirarem o meu bebê... é sério gente, me senti ali, um nada... 

O médico veio introduziu o medicamento, e foi embora (é mais um que não falou nada), ai a enfermeira, que foi um amor, veio e me disse o que aconteceria, disse que eu sentiria umas cólicas e que começaria a sangrar... Para falar a verdade fui muito bem tratada pelas enfermeiras... 

4 horas veio uma médica e me perguntou se eu estava com dores, disse que não estava sentindo nada, e que não havia começado o sangramento, ela veio fez o toque, pensou que meu útero era sanfona, mexeu muito, e depois ela falou que introduziria mais tarde outro comprimido e que faria a curetagem ainda naquela noite... vi ela comentando com as enfermeiras que meu útero era muito fechado, muito difícil, depois que a médica saiu comecei a sentir cólicas, mais fortes do que de menstruação, mas totalmente suportável. 

Ah já ia esquecendo, neste tempo em que fiquei lá, entrou outra menina com aborto espontaneo... é ela nem sabia que estava grávida, mas devia estar de 8 ou 9 semanas... ela sangrou muito e me falou como foi tudo, disse que foi tomar banho e começou a sangrar de uma forma que não parava, deitou na cama e continuou a sagrar, a sentiu dores, nauseas, foi para o hospital no samu e sujou tudo o que viu pela frente, ela chegou lá chorando de dor e pela perda. (achei interessante falar sobre isto, porque sei que algumas meninas podem ficar com medo de terem abortado, por que atrasou e depois desceu, mas pelo o que eu vi, só desce pouco quando vc tá no início, ela não, ela me disse que sangrou muito, que saiu aqueles coágulos). Logo levaram ela para fazer a curetagem e limpar o útero.

E eu fiquei sozinha, ai chega o meu marido e a minha sogra, ele não podia ficar comigo porque era homem, mas a mãe dele disse que ficaria comigo e eles vieram e puderam ver a médica colocando outro comprimido, ele já sabia que eu iria ser operada naquela noite. Ficou lá quase uma hora, e depois foi embora.

Vieram me buscar, minha sogra ficou na sala de espera me esperando... Eu estava tranquila apesar da minha pressão estar lá em cima, me disseram que me dariam a Rack porque eu tinha que ficar acordada, teriam que forçar para dilatar o meu útero (nessa hora fiquei com medo da perfuração), e também tinha que ficar acordada por causa da minha pressão. A anestesia não doeu não, eu pensei que todo mundo reclama dela porque dói, mas não doeu, uma picadinha normal, os médicos na sala foram uns amores, quando começaram o procedimento vi o médico dizendo que não precisaria forçar... Ufa! Ficamos conversando, me  fizeram um monte de perguntas, sabe nem parecia que eu estava sendo operada. (digo operada porque foi um procedimento cirúrgico).

Terminado o procedimento, fiquei me recuperando na salinha, quando a anestesia começou a passar, ai sim senti uma coisa horrível eu queria mexer as minhas pernas e elas não me obedeciam... gente é horrível vc não sentir as pernas, elas estavam pesadas, eu ficava beliscando, sentia, ufa, mas não conseguia mexer, quando comecei a sentir fui para o quarto. Minha sogra subiu comigo. Nossa meninas aquela foi a pior noite que eu passei, tive que fazer xixi naquela cumadre (aquela bacia sabe), tentei fazer umas 3 vezes, e só consegui fazer depois que comecei a me retorcer de dor, nunca senti tanta dor como naquele dia, minha sogra foi chamar a enfermeira correndo, e logo em seguida eu coloquei os bofes para fora, depois disto consegui fazer xixi, tomei remédio na veia, e consegui dormir, no dia seguinte bem cedinho o Ronny já estava lá e só saímos de lá quando eu tive alta.

Ai veio a minha surpresa, nenhum médico me passou qualquer procedimento, conseguimos conversar com a chefe da enfermagem e ela me disse que tinha que tomar os remédios da receita e que era melhor eu tomar com suco de laranja (gente já to cansando de laranja...rsss), falou para manter repouso, nada de escadas ou exercícios físicos, teria que ficar de quarentena (isto mesmo baubau lua de mel...rsss, porque desde que descobrimos a gravidez já tínhamos diminuído as brincadeiras agora então...)e que para voltar a tentar engravidar novamente só depois de 6 meses, e fiquei de licença saúde por 15 dias (no começo achei exagero, mas depois entendi, senti algumas dores, principalmente quando tinha mudança de tempo, o sangramento parou com 3 dias)

Fui em um médico em um posto de saúde aqui perto de casa, e ele como não é o médico que atende a região em que eu moro, não me passou procedimento nenhum além do que eu sabia. E me disse que não precisava me preocupar em saber se meu útero estava limpo, se não tinham ficado qualquer vestígio porque se tivesse ficado eu já teria tido febre que é sinal de infecção.

Bom meninas é isto, hoje estou melhor, continuo tomando sulfato ferroso que é por causa do sangramento que eu tive então tem que repor o ferro. Semana que vem vou passar na enfermeira que cuida da minha pressão e também da saúde, ela atende quase como clínica, e vou pedir para me passar ácido fólico, vou conversar com ela, porque em julho eu quero voltar a ser uma tentante. Estou bem, só dói o coração... mas logo a dor irá passar.

A.R. - E durante um mês foi assim...

Nossa meninas deve estar super cansativo ler tudo né?
Mas estou me sentindo muito bem colocando cada detalhe para fora, se não quiserem ler, sintam-se a vontade, eu estou deixando aqui caso ajude alguém.

Como já falei em algumas tive um aborto retido, não um aborto induzido, ou espontâneo, procurei algumas informações e esta do site terra ficou bem resumido: 
Aborto retido é quando o embrião morre e não é eliminado espontâneamente por contrações uterinas. Por causa do óbito embrionário, não vai haver desenvolvimento gestacional, havendo a necessidade da retirada do conteúdo uterino. Isto é feito por curetagem ou por aspiração.
As causas do aborto no primeiro trimestre de gestação, como já vimos anteriormente em outras respostas, tem como origem principal alterações cromossômicas. O fato de apresentar um aborto retido não significa que a paciente não possa posteriormente ter uma gestação com evolução normal.
http://saude.terra.com.br/interna/0,,OI125290-EI1519,00-O+que+e+um+aborto+retido.html

Neste aqui tem outras informações bem interessantes: http://aborto-retido.blogspot.com.br/2008/03/expulso-o-que-realmente-acontece.html
Quando ocorre o aborto retido o tempo de expulsão a partir do diagnóstico não pode passar de 6 semanas, porque ai pode correr risco de uma infecção. Durante este tempo é importante fazer um monitoramento, no meu caso fiquei atenta a sangramentos, cólicas, dores no corpo, febre. Mas eu não senti nada. O que não é tão comum. Então porque não manter as esperanças né? Deus é quem sabia de tudo... 
Um dia fui colocar uma calça que adorava, e ela simplesmente não fechou, olhei para o Ronny, e falei não dá para acreditar. 

Um dia o diretor do centro obstétrico do hospital, aquele que nos explicou tudo direitinho, perguntou para o Ronny se eu já tinha tido algum sintoma, o Ronny disse que não, ai ele pediu para irmos lá, pois já estava completando um mês, e era melhor fazer outro ultrassom para saber quais providencias tomar... 
Gente olha nestes dias eu me sentia chegava no hospital com a cartinha do diretor então não tinha como se negarem a fazer o exame... Fizemos, e mais uma vez o saco gestacional continuava fechado, bem fechado, mas estava reduzindo de tamanho.

Pegamos o resultado e fomos passar em uma médica já que o Dr. só chegaria mais tarde, falei com a médica e dei o nome do diretor, ela olhou o último ultrassom e o primeiro e disse vamos te internar para fazer a curetagem, já tá completando um mês, daqui a pouco o seu organismo vai identificar um corpo estranho e pode complicar.

Então meu marido deu entrada nos papéis... e eu que iria trabalhar na parte da tarde, fiquei lá internada...

terça-feira, 26 de março de 2013

E Para alegrar o meu dia!!!!

Oi meninas, como estão?
Se fevereiro não fosse de 28 dias ontem completaria exatamente 30 dias que passei pela curetagem (ainda vou falar disto), foi numa segunda-feira, nem tão quente nem tão fria... mas graças as meninas da Revista Casamento Básico, ontem eu consegui me desligar disto e consegui curtir a minha entrevista que a linda da minha dinda Aline fez (gente vocês tem que ver é trabalho de profissional, eu fico babando a cada edição, mas esta está lindaaaaaa!!!)

Esta é a primeira página com a minha entrevista!
E sabem o melhor? Todas as noivinhas e casadas sempre tem chance de participar... 
Ah meninas quem nunca sonhou em ter o seu casamento em uma revista?  
Podem conferir ela é linda e totalmente trabalho de profissional... e participem meninas porque a cada edição ela fica mais recheada, é uma revista cheia de carinho feita por blogueiras para blogueiras... eeeee


Beijos

A.R. - E os médicos??

Meninas posso dizer uma coisa? 
Este desabafo está me fazendo um bem danado, acabei entrando em blogs de mães de anjos e a esperança voltou a brotar no meu coração, em todos que eu entrei as meninas depois de 6 meses voltaram engravidar, tempo que irei precisar para tentar novamente...

Bom, uns 4 dias após este resultado do ultrassom resolvi ir no posto de saúde aqui perto de casa ver como fazer para dar entrada no pré natal, afinal não sabíamos o que estava acontecendo, e no fundo a esperança ainda existia... Meu esposo foi comigo, chegamos lá, a médica viu o ultrassom e nos falou o seguinte: Bom eu podia abrir o pré-natal, mas como deu este resultado no ultrassom, vou pedir um exame de sangue. Ai o Ronny perguntou se der positivo é porque a gravidez continua evoluindo? E ela falou isto mesmo, se der negativo realmente o bebê parou de crescer e se der positivo é só voltar aqui que damos início ao pré-natal. Saímos de lá e fomos correndo fazer o exame, e lá estava o meu resultado, positivo 49 mil de taxa, na hora eu e o meu marido falamos to grávida ainda, o bebê continua vivo, aquele médico é louco. 
Mas logo conversando com outras pessoas que já engravidaram fiquei sabendo que aquela taxa só indicava a gravidez e grávida eu estava, então a taxa hormonal estaria alta.

Mais dias angustiantes, meninas vocês não sabem o que é viver sem saber se está tudo bem ou não, a pior dor era saber que eu tinha realizado um sonho, (que era o de ser mãe), mas não sabia se poderia concretiza-lo (ter o meu filho), foi ai que o chefe do meu marido disse para irmos lá porque o doutor faria outro ultrassom e acabaria aquela angustia... fomos, na hora de entrar no consultório não deixaram meu marido entrar, e eu fui sozinha, toda cheia de esperanças, acho que de tudo este foi o pior dia. Este "médico" perguntou o que tinha acontecido, eu contei que desconfiava do ultrassom, ele olhou e me disse, "não precisa se preocupar, o exame tá certo, é só você esperar um mês que o organismo ai expulsar" ai eu contei como foi aquele dia, e ele me disse que não, que o exame estava certo, gente ele nem me tocou, pedi para fazer outro ultrassom ele me disse que não precisava, que lá não tinha como fazer (hello eu sabia que tinha sim), falei que não estava tomando os remédios de pressão e ele me perguntou porque e eu respondi que era por causa da gravidez que precisaria tomar outro, e ele me respondeu pura e secamente, mas vc pode tomar vc não está grávida, me disse que não precisava me preocupar, porque eu não tinha perdido um filho eu tinha perdido uma bolinha de carne. Isto gente ele tratou o MEU FILHO como uma bolinha de carne, saí de lá arrasada, mal, muito mal, ele nem me olhou, ele nem quis uma segunda opinião. Ninguém se conformou por ele não querer fazer o ultra. 

Ai o chefe do meu marido não descansou, até a super do hospital ficou sabendo do meu caso e disse que podíamos fazer o teste, mas não deixou nada por escrito, voltamos 4 dias depois lá, em uma sexta-feira, passei em outra médica, esta sim foi um anjo na minha vida, conversou muito comigo, me disse que é normal ocorrer aborto nas primeiras semanas, mas que aquele meu ultrassom podia estar errado porque o meu bebê teria no máximo 7 semanas quando eu fiz o ultrassom, disse que eu teria que fazer outro exame urgente, me explicou que o Beta HCG não resolveria nada, mas que naquele dia não tinha quem fizesse ultra no hospital, mas eu precisaria fazer um ultrassom urgente, porque se aquele ultrassom estivesse todo errado, já estava mais do que na hora de começar o pré natal. Sabe ela não me deu esperanças, ela me acolheu, disse que podia ter acontecido e que se tivesse mesmo que eu tinha o direito de chorar, afinal era um filho, mas não devia me culpar. Saí de la novamente sem o meu ultra, mas desta vez saí com uma paz, eu já sentia que meu filho tinha me deixado, só queria confirmar, mas o chefe do meu marido, não se deu por vencido, foi até a diretoria conversar com a supervisora (acho que é supervisora sei que ela é uma das que comanda tudo lá) e demos a sorte de o diretor do centro obstétrico, ficar sabendo do nosso caso e nos chamar.

Este foi outro anjo que apareceu, nossa ele esclareceu tantas dúvidas e o que eu achava mais bonito é que ele falava que eu e meu marido estávamos grávidos, fez a contagem da minha gestação e realmente no ultrassom eu estaria com 7 semanas pois eles contam a partir do primeiro dia da última menstruação, explicou que não existe uma causa, que não adiantava procurar culpado, dizer que foi pelo casamento, pelo nervoso, pelo toboágua, nada, ele falou tem tantas mulheres que apanham a gravidez inteira, carregam peso, não descansam e o bebê nasce perfeito, o que ocorre é que é normal perder o bebê nas primeiras semanas, e que muitas mulheres não percebem porque acham que atrasou e depois desce e não era menstruação e sim um aborto, mas é comum associar a um atraso menstrual. Disse que se tivesse ocorrido algo que era porque a natureza é sábia e detectou uma má formação então o bebê parou de crescer, disse que o bebê poderia nascer faltando uma parte e por isto a natureza para de crescer. Disse que se o exame desse negativo que tínhamos o direito sim de chorar, de ficar de luto e curtir este luto, porque era nosso filho, nosso sonho, mas que era melhor pensar nisto só depois. Nos disse que podíamos sim ter outros filhos, uma vez que éramos férteis os casais que não podem ter filhos nem passam por isto. Explicou também que se desse positivo era melhor esperar o organismo expulsar o bebê, porque a curetagem era um procedimento cirúrgico e que em casos raros podia acabar atrapalhando novas gravidezes.  E marcou de voltarmos lá no outro dia porque uma médica faria o ultrassom, ele deixou uma carta pedindo.

No outro dia fomos cedo, chegamos lá a médica foi chamada, passou por nós e nem disse bom dia depois nos atendeu e nos levou para o ultrassom, meu marido novamente foi comigo. Ela começou a fazer o exame e logo perguntou porque o médico tinha pedido a ultra, ai eu falei da suspeita e ela falou "é realmente não tem batimento", confesso que achei que aquela notícia seria mais dolorida, era a confirmação de que eu tinha perdido o meu filho, mas como meu marido falou, pensei que estaríamos piores, voltei, chorei... e resolvi esperar, ele querer sair...



"Bebê este um mês esperando a sua partida definitiva foi dolorida, eu falava tanto com vc, que eu queria fazer outro e ouvir o seu coração, te chamei de preguiçoso várias vezes lembra? Falei da próxima vez quero ver vc dando piruetas... quero que vc mostre que vai crescer sim... talvez por isto vc não quis levar o seu corpinho né?"


segunda-feira, 25 de março de 2013

A.R. Em quem acreditar...

Uma semana havia se passado depois que ganhei o meu tão sonhado positivo, acordamos cedo (é acordamos meu marido esteve comigo em todos os momentos do início ao fim), ele falou para mim assim, hoje só saímos de lá com o resultado.

Chegamos na clínica que estava lotada de gravidas, eu me sentia ali, toda feliz, e nossa como eu queria sair de lá com a fotinha do meu bebê, todo mundo entrava e saia com a sua pastinha. Até que umas 5 pacientes antes de eu entrar, começaram a sair sem pastinha, percebi que a máquina devia ter dado algum tipo de erro, porque a espera pelos resultados foi se prolongando, e acho que demorou uns 40 minutos para regularizar. 

Chegou minha vez, o Ronny entrou comigo e o médico (digo médico porque era quem estava fazendo as ultras), pediu para ele sentar no banquinho ao lado da cama. 

Começamos o exame e logo ele falou: "Olha ele ali" ai eu disse: Então tem bebê e ele: Tem sim... e começou a fazer as medições, ai a imagem parou e eu perguntei: ele não se mexe? E o médico me respondeu assim é ele devia estar mexendo... ai eu falei é preocupante? E o coração não dá para ouvir? E ele me falou... é deste tamanho teria que dar para ouvir, e eu falei é mais preocupante ainda... ele me olhou e falou, oh é muito difícil o exame dar errado, mas te aconselho ir fazer outro exame porque tem um porcento de chance de estar errado, mas vou colocar no ultrassom que não ouvi os batimentos.

Saímos da sala, e eu comecei a chorar, abracei o Ronaldo e chorei, ele me falou, calma, pode estar errado... 
Recebi o meu exame e o resultado: "Imagem compatível com óbito embrionário"... chorei muitoooo, o Ronaldo chegou a falar para me acalmar, calma se não foi desta vez, a gente vai ter outro (mas eu não queria outro, queria o meu bebê).

Chegamos na casa dele, liguei para a minha cunhada que é enfermeira e ela me disse para ficar calma que ia conversar com os médicos lá, era impossível eu ter abortado sem ter sintomas. Ai ela me retornou disse para ficar calma, que o médico disse que se eu não tive sangramento, se não estava com dor, podia ter dado errado o exame. Confesso que me acalmei. Fui aconselhada a ir em um hospital lá perto, mas dizer que estava sentindo dores, e que tinha tido sangramento, porque se eu chegasse com aquele exame iam querer fazer logo a curetagem. Fui com a minha sogra, que cuidou de mim como um anjo... chegamos lá conversei com o médico, e ele simplesmente fez o exame de toque e disse que estava tudo bem. Pedi para fazer uma ultra e ele me disse que este exame só era feito pela manhã, mas que não precisava me preocupar. Liguei para a minha cunhada e ela me disse que o médico do posto dela disse que se eu tivesse perdido o bebê teria sentido dor ou teria tido sangramento com o toque e nada, eu toda hora ia ao banheiro ver se tinha uma manchinha e nada... fui aconselhada a repetir o ultrassom 15 dias depois, pois o bebê podia estar muito pequeno para conseguir escutar o coração, e ele era muito pequeno mesmo não ia ver movimentos. 

Meu marido trabalha na farmácia de um hospital publico e o farmacêutico disse que quando fosse para fazer o exame era só avisar que ele conseguiria que fizéssemos lá. Foram os 9 dias mais tensos da minha vida, ouvia tantas coisas, e olha que o ciclo de quem sabia era muito pequeno, eu tinha certeza que o exame estava errado... não tinha mais enjoos, (rezava até para ter), não tinha tonturas, mas a vontade de urinar era enorme... e a prisão de ventre também. Depois de 8 dias o chefe do meu marido disse para ele me levar lá para fazermos o exame e assim resolver logo essa dúvida.

Eu jurava que estava tudo errado, e que vc não me abandonaria...

domingo, 24 de março de 2013

A.R. - Como descobri que estava grávida...

Bom meninas, 
Esta já não é uma parte tão dolorida, é o início de tudo... a parte que todas as tentantes gostem de saber né?
Vou tentar contar tudo o que lembro e o que eu consegui lembrar perguntando para o Ronny. 

Bom meninas, minha preocupação sempre foi em quanto tempo iria demorar para eu engravidar porque o que todo mundo sempre escuta é quando vc toma anticoncepcional por muito tempo, você demora muito tempo para engravidar, e realmente isto acontece com algumas pessoas. Quero deixar claro aqui que tudo o que vou escrever daqui para frente são coisas que aconteceram comigo, são reações do meu organismo, e tem algo que aprendi nestes últimos meses, cada organismo reage de uma forma. 

Bom, mas acreditávamos que o nosso bebê só viria depois de muito tempo, paramos de tomar o AC em julho, então achávamos que eu só engravidaria depois de fevereiro ou março. Meninas durante 15 anos tomei AC, e sempre tive a menstruação regulada, toda certinha... mas depois que parei, ela surtou, (as tentantes sabem o que estou falando né?), oh para terem uma ideia, em julho veio atrasada, em agosto sumiu, e veio com uma semana de atraso (fiz o teste de urina deu negativo e depois veio), em setembro veio fora de época, depois sumiu de vez, ai eu estava com umas dores na hora de urinar, ai me falaram que isto podia ser sintoma de gravidez, fiz o teste e nada, esperei a linda o mês de setembro e nada, ai bem no meu aniversário ela apareceu, depois de 23 dias veio de novo, e depois de mais 23 dias em novembro veio novamente no dia 19 de novembro, em outubro eu ainda cheguei a fazer outro teste, já que o ciclo não foi de 28 dias, pensei que poderia ter ocorrido um escape de início de gravidez, mas nada, ai quando veio em novembro eu jurei que só faria outro teste no dia do meu casamento (meu sonho era casar grávida e falar para o Ronny no altar que ele ia ser pai), em dezembro veio apenas um dia... e sumiu.

Eu entrava no carro e me sentia enjoada, mas nada mais do que isto, não estava vomitando, só com aquela ânsia... sabe o que eu sentia de diferente??? Eu estava engordando... meus shorts que já eram apertados na cintura não entravam, tive que soltar várias pregas, em janeiro estava até preocupada como ficaria o vestido porque minha barriga teimava em crescer, e estavam me falando que o vestido não ia caber. 

Em janeiro os enjoos aumentaram principalmente quando eu saia de carro, nossa nunca passei mal no carro... mas naquele mês, e ler no trem, impossível, me dava um tremendo mal estar. No dia do meu casamento, fiz o teste bom como eu tinha deixado ele na carteira durante 3 meses e enchi o potinho de xixi, ele não me deu resultado nenhum, apenas um risco enorme na vertical.

No meu casamento, eu me sentia cheia, os garçons me perguntavam se eu queria algo eu falava o que queria eles iam e buscavam e eu não conseguia comer nada, minha fotógrafa falou que poderia ter sido o vestido, que estava apertado. Fomos passar a lua de mel em Caldas Novas... que lugar mágico, mas já no caminho (fomos de ônibus) eu me sentia mal, gente eu não colocava nada para fora, mas a vontade era de por até os bofes...rsss, ficava louca para comer tudo e só beliscava, e foram assim os 4 dias que passamos lá, eu todos os dias super enjoada, na água da piscina eu não aguentava ficar muito tempo, me dava dor de barriga como se ao invés de eu estar apenas na água quente eu tivesse tomado. Fui tentar descer no toboágua e vi o mundo girar... desci as escadas fui direto ao banheiro, e não coloquei nada para fora foi ai que o Ronny virou para mim e falou... "é tem dois meses que não vem" e depois disto assumi que poderia estar grávida. Meus seios começaram a doer mais, e a crescer... tive desejo tbm neste mês que foi comer chocolate Twix, nossa quando comi parecia que estava com um manjar dos deuses...rsss... Na volta para casa, não conseguia dormir, não conseguia falar, super enjoada, não consegui almoçar direito, então resolvi que faria uma surpresa para o Ronny, liguei e pedi para a minha mãe comprar um teste de farmácia para mim (ela falou que o povo na farmácia ficou pensando que fosse para ela...rssss), fiz o teste na segunda cedinho, na primeira urina e eis que eu vejo aquela imagem linda... 
Um rosa bem forte e o outro bem fraquinho. Peguei aquele teste, coloquei em um envelope e grampeei na fralda que às vezes eu dormia com ela em baixo do pescoço...rsss ( e o Ronny disse que iria jogar fora), escrevi a seguinte mensagem: "Oba, agora já tenho outro dono... Parabéns papai!"
Quando o Ronny leu, confesso que esperava outra reação, ele olhou o teste, me olhou e disse vc já fez? (ele pensava que eu faria na terça) disse que sim, e nos beijamos, opa! cadê os pulos, as lágrimas nos olhos, os gritos de felicidade... nada ele não reagiu, apenas falou "eu já sabia estranho seria se desse negativo", contamos para a minha mãe e pedimos para não contar para ninguém queríamos fazer surpresa para todo mundo. Na casa da mãe dele tbm foi a mesma coisa, falamos que tinhamos uma notícia, e a minha cunhada já falou: "você tá grávida" e comemorou, pedimos para manter segredo... Eu só queria contar depois que fizesse o ultrassom porque ai iriamos ver que estava tudo bem. 
Tentamos ir no outro dia, mas demorou muito e como o Ronny tinha entrevista de emprego fomos embora, tentamos ir quando chegamos em casa, mas como preferimos ir a outro laboratório não conseguimos ir porque precisava do pedido. Fomos viajar para visitar o meu sogro, os enjoos haviam cessado, agora eu me sentia muito tonta, tinha tonturas direto... no dia em que voltamos pegamos um transito danado, saímos de lá mais tarde do que o combinado, e não conseguimos fazer o exame porque lá só atendia até as 3h e já eram 3h05, fiquei muito chateada, mas muito mesmo, chorei muito, disse até que o Ronny não estava preocupado com o bebê (mas porque ele se preocuparia?). Isto ocorreu no dia 24/01 como na sexta era feriado, só conseguimos fazer o ultra na segunda.
Fiquei na minha sogra, na sexta, eu lembro que senti uma pontada muito forte na minha barriga, bem no pé da barriga, e depois disto não tive mais enjoos, nem tontura... Eu atendia o telefone lá e sempre alguém me dava os parabéns, todo mundo sabia o quanto sonhamos com este bebê e todo mundo já estava sabendo sobre ele pois meu irmão e minha cunhada, tios de primeira viajem fizeram o favor de espalhar para todo mundo e pedir para não contar para ninguém... eu sempre agradecia, e dizia que achava que não estava pois não estava sentindo mais os sintomas, todo mundo me falava que os enjoos e os sintomas eram assim mesmo, nem todo dia eu iria sentir... mas no fundo algo me dizia que algo não estava bem.

Quero deixar um resumo aqui dessas semanas (foram 8 que meu bebê conseguiu se manter comigo, é casamos com 8 anos e 8 meses, no dia 8 e o bebê ficou com a gente 8 semanas... sempre o simbolo do infinito, e por isso continuo gostando do 8).
* Senti enjoos
vários, principalmente no carro, ou lendo... mas depois até durante o dia, eu precisava ficar deitada, tive sono também, mas do que eu já tenho

* Tive desejo
E olha que agora entendo o que é desejo de grávida, não é vontade de comer algo, quando vc tem desejo, aquela coisa não tem o mesmo sabor, porque depois eu comi twix e foi normal, e não aquele chocolate maravilhoso que tinha comido.

* Minha barriga cresceu
Dizem que a barriga só cresce depois de 4 meses, mas a minha cresceu sim, a ponto de uma calça que eu amo não entrar, e agora ela entra direitinho.

* Meus seios cresceram
Os sutiãs estavam pequenos, tinha comprado um que tinha ficado lindo, mas depois foi ficando apertado. Hoje está normal

* Senti que estava grávida
É estranho, eu sentia que estava grávida, mas guardava para mim, só para mim, e não acreditava muito, depois do positivo, eu conversava muito com o meu bebê, eu sentia que era menina, a tratava como menina, mas depois que o ultrassom deu que estava sem batimentos, eu só conseguia conversar com ele, pedir para ele não me largar, e até o chamava de Miguel, meu anjinho Miguel. é estranho lembrar disto enquanto eu ainda o sentia vivo, sempre senti que era menina, mas depois quando ele poderia ter ido embora, virou menino...

* Senti que algo não estava normal
Eu não sentia o bebê na minha barriga, mas tive a certeza de que algo não estava bem... senti que meu bebê não estava ali. Sinceramente eu preferia, fazer o ultrassom e descobrir que tinha sido um erro do teste de farmácia... poder ver o meu bebê... dói até hoje.

Esta foto eu tirei no dia em que eu passei mal no toboágua ,
minha primeira foto assumindo a gravidez.


Aborto Retido -- Eu passei por isto.

Oi minhas lindas como estão?
Eu estou melhor me recuperando a cada dia, mas resolvi usar este cantinho aqui para contar tudo o que vivi nestas últimas semanas, meninas não farei dos meus algo triste, será apenas para guardar esta parte triste da minha vida, para nível de informação e para dizer passei por isto e estou bem. (quem souber de algo do tipo pode me contar como algumas meninas já fizeram, essas histórias de que no fim tudo dá certo me fortaleceram muito neste último mês).

Bom nunca foi segredo para ninguém o quanto sonhamos com o NOSSO FILHO é ouvi muitas coisas, que era melhor esperar pelo menos um ano de casamento, que era melhor curtir o casamento, que isto e aquilo e eu sempre respondia, "já temos uma vida de casados, e agora queremos nosso filho". É claro que nos amamos muito, mas marcamos o casamento especialmente para termos o nosso bebê. Então podem imaginar né que o fim desta história não foi fácil.

Tudo foi muito rápido, da descoberta da gravidez até a descoberta de algo poderia não estar bem, durou apenas uma semana... Pouco para quem vê de fora, muito para quem sempre sonhou com isto. Sabe o que é mais estranho eu quando descobri que estava grávida não quis comentar com todo mundo sobre a minha felicidade, até fazer o ultrassom, até saber que estava tudo bem... Peraí Su, como assim? Você já tinha o seu positivo, tinha que gritar ao mundo que estava grávida, e estava querendo uma ultra para poder contar. A única coisa que eu pensava era aqui no blog, como dividir com vocês esta minha felicidade e já tinha decidido, após meus relatos, eu iria falar da lua de mel e terminar com a imagem do meu positivo. É meninas, estranho né? Para os amigos reais eu queria esconder, mas para vocês eu queria contar logo, porque eu sabia que aqui eu seria acolhida, que aqui vocês estariam comigo... é verdade, agora a ficha caiu, é AQUI que eu encontro as pessoas que eu amo, que no fundo eu sabia que iriam me dar o maior apoio.

Meninas, hoje eu já não choro tanto, só quando eu lembro que estaria de 4 meses, com barrigão, poderia até ter certeza se seria menina mesmo, estaria sendo mimada, paparicada a toda hora, hoje eu não consegui compreender o PORQUÊ, não adianta me falarem que Deus quís assim, que não era a hora, se não era a hora, se Deus não queria, porque então o meu bebê veio ficar comigo? Doía muito quando alguém me falava logo você tem outro... Gente não é logo no mínimo 6 meses para voltar a tentar, e eu não perdi um ônibus que posso pegar o próximo, não... eu perdi o meu primeiro filho, o meu sonho, ou melhor o início do meu sonho, pois ainda tenho fé que até o final do ano eu terei o meu positivo, para falar a verdade, estou rezando para que este positivo chegue antes de Agosto, pois em agosto o meu bebê nasceria e seria um presente divino saber que ele voltou. 
Hoje só me sinto mais revoltada quando vejo algum bebê abandonado, ou quando vejo alguma coisa sobre aborto, ou mulheres que engravidam e falam que não querem, que vão tirar... gente isto sempre me deixou muito p. pois sempre pensei nas mulheres que tentam engravidar e não conseguem, mas hoje é algo que dói, que revolta, porque fico pensando, como assim, porque uma pessoa que não quer engravida e eu tenho que aceitar que não era a minha hora... Deus já entendeu, que por um bom tempo me verá reclamando até eu compreender o que deu errado...

"Bebê, a mamãe não chora mais todos os dias, porém a dor que vc deixou esta eu sei que vou levar para sempre... você passou na minha vida como uma estrela cadente, e toda vez que eu ver as fotos do meu casamento, vou lembrar que vc esteve lá, que vc estava comigo, que não me deixou comer nada, mas que deixou os garçons doidos né... queria comer tudo. Bebê a mãe um dia irá conhecer o seu rosto, irá te pegar no colo, nem que seja em sonho, eu sei que vou..."

sexta-feira, 22 de março de 2013

Selinho

Obaaaa... fazia tempo que eu não ganhava selinho... adorei este que eu ganhei da linda da Hellen Vivi e da  linda da Nise linda muito obrigada viu...

Regrinhas:
1- Agradecer a pessoa que te ofereceu o selinho e postar o link de seu blog
2- Convidar mais 15 blogs para participar da brincadeira
3- Postar sete coisas de que gosta mais

1- Adoro os desenhos que meu marido faz;
2- Adoro cachorros;
3- Adoro de abraços e palavras amigas;
4- Adoro este cantinho aqui principalmente para desabafar pois sinto o carinho das amigas que estão distantes;
5- Adoro chocolate;
6- Adoro ser professora;
7- Adoro morangos

E as indicadas são:

Beijos



quarta-feira, 20 de março de 2013

Casei - Parte 14 ** O que deu errado no meu casamento**

Oi lindas, 
Falei que nesta semana vocês seriam bombardeadas com os meus relatos.

Bom eu sempre gostei de ler relatos do que não deu certo no casamento das meninas, para ter a certeza de que nem tudo sai como queríamos, mas no fim tudo é maravilhoso, e no meu casamento não foi diferente.

Sinceramente não tenho muito do que reclamar, mas vou tentar falar das coisas que eu queria e que não tive... vamos lá...

Meu pai não apareceu...
É quando eu decidi que chamaria o meu pai, a maioria das noivas sonha em entrar na igreja nos braços do pai e ser entregue para o seu amado, comigo nunca foi diferente... e para piorar ainda tivemos uma briga enorme antes do meu casamento, na qual ele tentou de todas as formas colocar a culpa em mim, por ele não ir. Vou contar um segredinho para vocês, sei que Deus sabe de todas as coisas né? Mas qual é o humano que não quer encontrar um culpado ou um motivo para algo que não deu certo, e quem nunca ouviu que mulher grávida não pode ficar nervosa? Então meninas, meu marido no fundo acredita que esta briga contribuiu para que perdêssemos o nosso bebê, pois ele até já me pediu para não ficar procurando ele, pois eu sempre passo nervoso. 

Choveu no meu casamento...
E por isto não tive nenhuma foto externa... como eu queria e sonhava... sniffff

Não fizemos a placa para colocar no carro...
Pois é até cogitamos nós mesmos fazermos, mas não deu tempo.

Não tive cortejo buzinando...
De todas as coisas que não deram certo no meu casamento, esta foi a que mais me chateou, eu queria muito, eu sonhei demais, eu ainda na porta da igreja pedi para me esperarem e sairmos em cortejo, esperando que o povo me esperasse, deixei meus convidados saírem na frente, e quando saí, não tinha ninguém me esperando além da minha cunhada, ficamos mais de 10 minutos esperando para ver se aparecia alguém, mas nada... porém meu irmão e o namorado da minha cunhada foram buzinando, para fazer o meu gosto, mas como chovia tbm não pude abrir a janela e mostrar que dentro do carro tinha uma noiva.

As lembrancinhas dos meus padrinhos não chegaram
Pois é meninas, encomendei canecas que formavam um coração e iria dar para cada casal de padrinhos, mas depois de um mês descobrimos que a Marcelly Noivas na semana do meu casamento ainda não havia feito a encomenda ao fornecedor, isto mesmo depois de quase um mês nos enrolando falando que estava tudo pronto apenas o motoboy não havia buscado descobrimos que o pedido não tinha sido feito, e acabamos de última hora tendo que presentear apenas as mulheres. (depois faço um post contando sobre os fornecedores.

Não tive várias fotos...
É aqui a culpa não foi da fotógrafa não, pois ela me pediu para dizer quais fotos queria, mas a tonta aqui esqueceu de falar, de pedir no dia, e apenas alguns dias depois lembrou um monte de fotos que ela queria, como: a noiva com os padrinhos; o noivo com as madrinhas; minha e da minha mãe; somente eu e a minha sobrinha; fotos na rua (tá aqui foi a chuva que não ajudou); no terraço do buffet; ...

Forminhas de papel em formato de noiva e noivo...
Até tentei fazer, mas não consegui e depois não tentei mais.

Kit toillet...
Pensei em fazer, mas não deu tempo e não deixei como prioridade.

Bom acho que foram essas coisas, com o tempo vou lembrando mais e vou falando... 

Beijos

Selinho "orgulho de ser Blogueiro"

Oi minhas lindas,


Hoje é um dia muito especial, pois é o dia daquelas pessoas que entram na vida de um desconhecido, muitas vezes por terem algum ponto de interesse em comum, e logo mais ninguém sabe em que ponto da sua vida aquela pessoa apareceu, o que sabe é que seus dias ficam muito mais especiais por ter o carinho daquela pessoa.

Ser blogueira é muito mais do que ter um blog e postar o que tiver vontade, ser blogueira é encontrar amigos de verdade, é entrar no sonho de cada amigo, é querer saber todos os dias o que está acontecendo, é participar da vida de um desconhecido (pelo menos pessoalmente), é estar ali quando todos os amigos virtuais dele já não querem mais estar, é ler mil vezes a mesma coisa e ainda assim opinar, ficar feliz por poder saber de todas aquelas novidades. Ser blogueiro é ser amigo, companheiro, é dividir com todo mundo suas felicidades, dúvidas, curiosidades e descobertas.



Hoje quero agradecer a todas as meninas que estiveram e estão sempre ao meu lado, meninas vocês são muito mais do que blogueiras amigas, vocês são minhas amigas que também são blogueiras.

OBRIGADA POR TUDO, EU AMO DEMAIS VOCÊS E NÃO SEI IMAGINAR MAIS A MINHA VIDA LONGE DE VOCÊS.




Fiz este selinho para podermos comemorar o nosso dia... 
E as regrinhas são:


1- Agradecer a pessoa que te ofereceu o selinho e postar o link do blog;
2- Dividir o selinho com mais 5 blogueiras
3- Contar 3 coisas que te faz ter orgulho de ser uma blogueira.

Eu amor ser blogueira porque:
1- Encontrei amigas de verdade que sempre me dão carinho nos momentos em que eu preciso, e que embarcam comigo em todos os meus sonhos;
2- Tenho com quem contar em todos os momentos ser ter medo de julgamentos, pois quando as criticas aparecem são bem vindas e vem em forma de conselhos carinhosos;
3- Porque eu adoro saber da vida dos meus amigos e aqui dividimos tudo sem nem pensar em quem vai ler.

Indico para:


Beijos



terça-feira, 19 de março de 2013

Casei - Parte 13 **Sintam-se dentro do meu casamento**

Bom meninas acho que acabei contando tudo como foi o meu casamento né. Se faltou falar alguma coisa e vocês querem saber só perguntar tá?

Agora vou tentar voltar com as postagens normais e prometo voltar com a postagem sobre os fornecedores, e sobre os detalhes ainda esta semana... ah e o que vc´s acham de eu sortear algumas coisinhas que sobraram do meu casamento? Tipo ... alguns chaveirinhos de gravatinha, de sapatinho, tem a almofada que eu ganhei no blog da Roberta, mas acabei recebendo no dia do meu casamento e como eu tinha pego a da Shis acabei nem trocando... esta tá novinha... 

Bom todo mundo sabe que meu casamento foi um sonho realizado, ano passado em março eu nem imaginaria que este ano eu estaria fazendo os meus relatos, estaria com a minha casinha prontinha, teria engravidado... enfim aconteceram tantas coisas nestes meses, e vocês estiveram sempre por aqui... então não dá para imaginar minha vida longe daqui... talvez o blog mude um pouco, afinal eu já casei, mas como o foco dele não foi só casamento, vou continuar sim com o Meu Cantinho falando sobre o meu dia-a-dia, e sabendo todas as novidades sobre vocês.

E tem mais uma coisinha, a minha dinda virtual a Aline do !!!Até que enfim, eu casei!!! fez um vídeo lindo do meu casamento (dinda acredita que no dia eu não chorei, mas agora eu toda vez que vejo choro), e agora irei dividi-lo com vocês... mas antes eu preciso me desculpar, porque não sei se foi falha minha, ou do blogger, mas faltou uma foto muito especial a minha foto com as minhas lindas na mesa do bolo então antes tarde do que nunca e nada melhor para finalizar os meus relatos com uma foto linda desta né?

Eu tive blogueiras no meu casamento... que sonho!!!!

Acho que todo mundo aqui conhece as meninas né? 
Mas não custa nada eu reapresentá-las...rsss

Da esquerda para a direita:

A De é uma fofa, a mais nova fotógrafa que está surgindo, as fotos dela são cheias de sentimento, eu adorei as fotos que ela tirou no meu casamento... fico babando toda hora. Então para quem está a procura de uma fotógrafa que tem nos olhos o sentimento e faz tudo com muito amor, ai está uma pessoa em quem vc pode confiar. Ah também posso dizer que foi graças a Denise que conheci o meu buffet e não teria tido o casamento que eu tive lá.

Bom o que eu posso dizer desta fofa? Que é a minha madrinha virtual? Bom isto eu já disse, aqui várias vezes, mas a Aline foi muito mais do que a minha madrinha virtual, ela foi muito mais minha madrinha do que muitas das minhas madrinhas, quando eu precisei ela sempre esteve ali para me ajudar, sabe aquelas pessoas que vc comenta, nossa eu não imagino o que posso fazer no meu cabelo e ela te envia um monte de fotos, te dá sugestões, te diz o que fica legal... então esta é a Aline, meu buffet foi também indicação dela, a Denise casou lá, mas a Aline me confirmou como convidada o quanto se sentiu bem lá.


Do lado do meu marido está a Shis do" Blog da Shis" e da loja virtual "Perfeitas Lembranças"
E o que eu posso dizer desta linda? Que já me presenteou em um sorteio com uma caneca linda? Que a conheci, não criei nenhuma amizade até então, e que com o passar do tempo fomos nos aproximando, e que hoje eu posso dizer que é uma grande amiga. Mas porque eu quis frizar que não éramos amigas? Porque a Shis foi o meu anjo salvador, pois é meninas eu encomendei as canecas para dar de presente aos pais e padrinhos e mesmo sabendo que ela estava com uma entrega enorme de chinelos para fazer tive a coragem de encomendar de última hora diga-se de passagem na semana do meu casamento eu encomendei mais 8 canecas e ela prontamente disse que faria e fez sim, e ficaram lindas, muito mais lindas do que o que as que eu tinha encomendado e a empresa não entregou. A Shis é aquela pessoa que vc nunca viu, mas quando conhece parece que cresceram juntas, e foi assim que surgiu a nossa amizade, desde a primeira vez que eu a vi. Sabe aquele tipo de fornecedor que entra no seu sonho? Que quer que tudo fique perfeito? Que o seu sonho vira o dela? Então assim é a Shis, assim é a Perfeitas Lembranças quem tá procurando um lugar para comprar lembrancinhas personalizadas é só entrar em contato com a Shis que ela com certeza te atenderá com o maior prazer.
Ao lado da Shis está o Leandro o noivo dela, ele é mais quieto que a Shis, mas também é aquele tipo de pessoas que quando vc conhece se sente super bem. Este é um casal perfeito um casal que tem futuro.

A Bruna do blog "Casando & Pirando"
A Bru é minha irmã mais nova, to com saudades dela, mas esta vida de casadas está corrida né amor...
A Bru foi uma pessoa que conheci neste mundo e nos identificamos muito, ela é uma fofa, de nova só tem a idade viu, porque é super guerreira, sabe o que quer, e enfrentou Deus e o mundo para casar com o homem que ama, mesmo todo mundo falando que era loucura, que ela era muito nova, que isto ou aquilo. Pensa numa pessoa que vc conversa e sente que é alguém muito especial? Então a Bruna é assim, muito especial para mim.

Agora sim apresentações feitas, deixo agora o presente da linda da Aline para mim, para o meu noivo e para vocês...

E ai o que acharam...

Beijos tenham uma semana maravilhosa!!!

segunda-feira, 18 de março de 2013

Casei - Parte 12 **Valsa e o Buquê**

Oi lindas,
Como estão?
Eu estou melhor, mas ontem tive umas dores bem fortes dizem que é normal a cirurgia doer no frio, mas eu não imaginava tanto...

Bom o meu casei está chegando ao final acho que vc´s não aguentam mais esperar e nem ler né?
Depois vou fazer alguns posts falando dos detalhes e também vou mostrar os meus convites do chá e do casamento.

Bom depois das fotos na mesa de bolo pelo o que eu entendi, os padrinhos foram gravar depoimentos para nós (não vejo a hora de poder ver tudooooo), depois pegaram meu marido para gravar um para mim, e eu fiquei tirando algumas fotos...






Algumas fotinhas nossas e agora vou mostrar umas minha que eu adorei!!!



 Depois destas fotinhas nós subimos junto com nossos fotógrafos e cinegrafistas para comer algo, merecíamos né?
Confesso que nesta hora não comi muito, estava com vontade e ao mesmo tempo cheia, ou melhor o casamento inteiro foi assim, me dava vontade de comer algo eu pedia para o garçom (que perguntava toda hora se queríamos algo) e quando ele vinha eu mal comia (o meu bebê não deixava eu comer direito, depois na lua de mel então... )
Quando descemos para dançar a valsa tocou a música "Pequena História de Um Grande Amor" da Luiza Possi (eu até a semana do meu casamento nunca tinha escutado esta música que virou a nossa música).


Ai descemos com esta música que me emociona toda vez que eu escuto. 

Nós dançamos duas músicas a você do Edson e Hudson e a Valsa Lago do cisne







 Pensa em um casal que se beijou muito neste momento????
Mas foi mágico, foi lindo, não foi nada ensaiado, mas nos curtimos muitooooo...

O post tá grande né?
Calma vou só colocar agora a fotinha do meu buquê ou melhor do meu sapo.


Juro que esta parte eu até treinei, joguei certinho, minhas sobrinhas (Larissa e Giulia) e a minha cunhada queriam o sapo... eu treinei de jogar retinho e foi viu, mas... bateu na mão da Larissa, subiu na da Giulia pegou na ponta do dedo da Raquel e caiu na mão da minha prima Natália. rsss, pois é a mãe dela tinha falado que estava casando a última sobrinha, e ai eu falei agora vc vai casar a filha... rsss, brincadeirinha ela só tem 15 aninhos tá muito cedo... vou ter é que comprar sapinhos de presente para estas meninas.

Bom meninas por hoje é isto...
Beijos

Créditos das fotos:
natalia

sexta-feira, 15 de março de 2013

Só para matar a curiosidade

Meninas, estou sem tempo de conseguir vir aqui para postar mais fotinhas...
Esta semana voltei a trabalhar e agora a correria tá geral, tenho vários alunos no 6º ano que não estão alfabetizados, então eu com um novo desafio... mas sei que não dá né para não contar para vocês como foi o meu casamento... então lembrei que a minha dinda virtual fez uns vídeos bem legais e dá para matar a curiosidade... como vocês já viram a parte da igreja vou colocar o da saída tá?

Se não conseguir ver clique aqui.

Beijos

sexta-feira, 8 de março de 2013

Casei - Parte 11 **entrada no salão e fotos pousadas**

Depois que saímos da igreja, fomos direto para o salão pois estava chovendo e não tinha como tirar fotos externas, esta hora me deixou um pouco chateada porque eu queria muito aquele cortejo lindo com todo mundo buzinando, porém quando saímos o povo já tinha saído e olha que eu tinha pedido na porta da igreja para o povo fazer farra atras de mim, ai fomos apenas meu irmão que estava nos levando e a minha cunhada ainda bem que os dois começaram a buzinar mas não foi a mesma coisa.

Chegamos no salão tiramos várias fotos dentro do carro, uma mais linda que a outra depois entramos no salão ao som de Psy

Foi bem divertido, porém eu queria subir logo para comer algo porém fomos logo tirar as fotos no bolo.

Vou colocar as fotinhas tá...



Depois tiramos fotos com os nossos padrinhos, aproveitamos também para entregar as lembrancinhas que a Shis da Perfeitas Lembranças fez em tempo recorde para a gente.

Deem uma olhada...














As madrinhas receberam esta caneca aqui:


E os pais e irmãos receberam esta aqui


Era uma foto minha com o Ronny e na caneca do meu irmão e da minha mãe está uma foto minha e do meu irmão também e na caneca dos pais do Ronny e da irmã dele está uma foto dele, da irmã e do irmão que não está mais entre nós com a inscrição "eterno"

Bom gente eu queria aproveitar e dizer neste post "MUITO OBRIGADA SHIS" o povo adorou as canecas, meu irmão não largou mais dela, e sem contar que a minha encomenda eram apenas estas para os pais e irmãos, porém a loja Marcelly Noivas na qual comprei as lembrancinhas para os padrinhos e convidados fez o favor de não me entregar as lembrancinhas dos padrinhos, nos enrolaram o tempo todo, e na segunda-feira (na semana do meu casamento) me disseram que o pedido não havia sido feito, e que eles me entregariam na quinta... vocês acham que eu iria aceitar???? não mesmo né? Mas depois eu conto sobre isto no post sobre os fornecedores...
O que eu quero dizer é que neste dia eu passei mensagem para a Shis falando o que aconteceu, e sabendo que ela estava com uma entrega enorme de chinelos, e sabe o que ela fez? Me retornou no mesmo momento me dizendo que faria mais 8 canecas sim e que não me deixaria na mão... e não é porque ela é minha amiga não viu, porque fiquei sabendo que ela também fez a entrega de canecas de outra blogueira aqui tbm em tempo recorde. Shis Brigadão, desejo muita sorte neste seu empreendimento, você merece!

Perfeitas Lembranças

Ah já ia esquecendo resolvi de última hora presentear os meus noivinhos afinal eles merecem né? Então compramos caixinhas em formato de casa, e enchemos de doces, bala, pirulito, tic tac, barra de cereal, chiclete, chocolate... e colocamos o nome de cada um e uma frase de agradecimento. 

Depois posto uma foto dela pertinho tá não to encontrando.
Bom meninas é isto, depois volto para contar mais tá?

Beijos

Créditos das fotos:
natalia


Feliz dia das Mulheres


Oi minhas lindas, como estão?

To passando aqui rapidinho para desejar um maravilhoso dia a todas vocês que sempre estão ao meu lado, me apoiando, me ouvindo, me dando carinho a distancia, não quero parabenizá-las apenas por hoje, mas sim por tudo o que vivemos, quer algo mais incrível que uma pessoa que consegue ser noiva, namorada, filha, funcionária, mãe, assessora, cerimonialista, diarista, telefonista, uma pessoa que por mais que veja que a conta está no zero consegue bolar mil e uma maneiras para conquistar os sonhos dela e do seu amor, sem ao menos pensar na possibilidade de desistir, uma pessoa que consegue ser tudo ao mesmo tempo e não perder a magia de ser carinhosa, atenciosa, linda... não somente nós mulheres conseguimos ter mil e uma utilidade e nunca pensar na possibilidade de desistir. Nossos namorados, maridos, noivos são uns privilegiados pois tem ao lado uma verdadeira companheira. 

E tem momento mais especial da vida de uma mulher quando do que o casamento, momento no qual ela realiza o seu sonho de criar uma nova família ao lado do seu grande amor?

E para comemorar este dia, vou mostrar aqui a minha última arte, esta será para colocar na capa do meu caderno, já que muitas vezes preciso saber de uma data e sempre falta um calendário.

Beijos, 

quarta-feira, 6 de março de 2013

Casei - Parte 10 **cerimonia, cumprimentos e saída**

Depois da hora do beijo as coisas ficaram emocionantes, primeiro os padrinhos vieram nos cumprimentar, isto mesmo, não teve como em muitos casamentos que a noiva vai para um lado e o noivo para outro, o que tivemos foi " nós ficamos parados em frente ao altar e nossos padrinhos vieram nos cumprimentar".

Os cumprimentos foram ao som de When You Say Nothing


Aqui as imagens valem mais do que mil palavras:

Eu e a Samy minha melhor amiga, aquela que fiquei com medo
de não aceitar ser minha madrinha

Foto linda, minha cunhada e o Ronny super emocionados

Este primo do Ronny tbm chorou muito... lindo!!!

Eu e o meu primo que substituiu o meu padrinho
Eu e a minha madrinha linda

tios do Ronny ou melhor nossos tios, e mais um homem emocionado

Eu e o meu irmão... eita emoção rolando solta

Ronny com a minha mãe

tios do Ronny do interior, nossos tios, vieram direto do interior só pelo nosso casamento,
eles adoraram o convite e o carinho deles neste dia foi maravilhoso...

Meus tios, ou melhor nossos tios, enfim ela casou a última sobrinha... rssss

Aqui a emoção sim correu solta, meus sogros...

Esta imagem é linda o Ronny e o pai dele super emocionados!

Este beijo foi para acalmar o meu amor que estava todo emocionado

nosso pajem

olha como a minha dama é grande

maior até que o noivo... 

minha porta aliança


minha florista linda... "foi o primeiro casamento que ela chorou...rsss"
Agora sim a nossa saída... ao som de With Arms Wide Open



E a nossa saída foi assim...
mais um beijo delicioso!!!



Nossos padrinhos jogaram pétalas de rosas na gente!!!


Logo mais volto para falar da festa!!!!

Ah meninas eu já ia me esquecendo as fotos são da minha fotógrafa linda Natália Azevedo e da equipe da Studio Happy

natalia

Beijos