terça-feira, 26 de agosto de 2014

Deus nos criou a sua imagem e semelhança. Colocou em nós um coração capaz de amar, perdoar, se doar...Quando nos criou atribuiu a nós  - homens e mulheres - potencialidades e capacidades distintas de acordo com o gênero, masculino e feminino.
E pela mulher, de modo especial, fez um sonho germinar, crescer e multiplicar quando  nos tornou  co-criadoras da humanidade com Ele. E gerar, cuidar, ensinar, amar, é um projeto de Deus para a vida de todos nós mulheres e homens!!!
Mas algumas circunstancias parecem negligenciar esta vontade de Deus. Condições humanas, de esterilidade, algumas vezes da mulher, do homem, doenças, trombofilia,  útero invertido/bicorno/ infantil, anovulação crônica, varicocele entre tantas outras doenças parecem roubar nossos sonhos...Quando isso ocorre, muitas de nós recuamos, ficamos reclusas, inseguras, abatidas e porque não dizer que em muitos momentos vemos dia a dia nossa fé se desvanecer?!...Nossos olhos perdem a visão, tudo o que vemos, pensamos e falamos é sobre limitação. E por achar que é difícil demais a nossa causa, começamos limitar também o agir de Deus. Muitas vezes nosso coração se torna ressentido por todas as lutas, pelo deserto que temos passado, nos ressentimos pelo diagnostico medico, com as pessoas ao nosso redor que muitas vezes não são tão sensíveis para compreender e nos dar apoio nesse momento, nos ressentimentos até com pessoas que engravidam sem querer e que parecem não dar “o valor que daríamos” sefossemos nós a receber tamanho presente, e muitas vezes consciente ou inconscientemente nos ressentimos até com o próprio Deus que fica à espera pelo nosso tempo, no abrir de nossos corações de um jeito sincero e contrito, e assim, nos ajudar a partilhar e voltar a confiar e depender dEle, da Sua palavra e vontade SOBERANA em nossa vida.
Querida amiga, Deus quer de fazer um convite nesse momento!
Reflita em seu coração agora não mais sobre os impedimentos médicos, vá além dos diagnósticos recebidos até aqui, você mulher que tanto tenta engravidar e que mesmo após anos de tentativa não acha causa na medicina para essa infertilidade, comece a partir de agora olhar para além do que te disseram ser uma limitação física ou emocional, e olhe para dentro de si, convide a Deus para passear dentro do teu coração e assim encontrar todo e qualquer sentimento que tenha feito morada ai em teu peito: rejeição, impotência, revolta, sentimento de humilhação, decepção, frustração, depressão... Permita-se ser encontrada por Deus com o coração exatamente como esta, e ao se deparar com cada sentimento que você sabe ser limitação do poder de Deus sobre a sua vida, vá dizendo em seu coração intimamente: “Senhor entrego para ti...Senhor, cura-me na alma, no coração, e serei cheia de Ti, e assim não haverá espaço em meu coração  para todo e qualquer sentimento que tenho insistido em arrastar no meu peito, por magoa, por me sentir ofendida com comentários a respeito da minha hora de gestar ainda não ter chego, me perdoe Senhor por me agarrar a esses sentimentos que só me afastam da Sua vontade. Esvazia-me Senhor de tudo aquilo que ainda me impede de entregar totalmente este meu sonho e de meu esposo de gerar, ter e ser família. Muito além de impossibilidades humanas, eu sei que o que me afasta de Ti é a minha dificuldade de entregar-me em Teu colo, aos Teus cuidados, na dependência da Tua soberana vontade. Mas hoje Senhor,  eu me ponho a este propósito, de olhar para o céu, para Ti e ver na Tua grandeza toda a Tua força  e Tua gloria e receber de Ti de toda a possibilidade pra se viver plenamente aquilo que o Senhor mesmo sonhou para a vida de cada ser humano: ser família! Eu quero me abrir ao que o Senhor desejar para a minha vida, na certeza de que TODAS AS COISAS COOPERAM PARA O BEM DAQUELES QUE TE AMA e por essa certeza quero voltar a caminhar, agora não mais sozinha, não mais descrente, mas segurando em Tuas mãos, e cada novo passo estarei apoiada não mais nas limitações humanas, não mais em diagnostico que pareciam fechados, não mais numa sentença de doença, e infertilidade minha ou do meu esposo, pois a partir desse momento eu já caminho de mãos dadas Contigo  na imensidão das possibilidade de vida, de milagres e de gloria que só no Senhor eu poderei viver!  Por isso, vem Senhor caminhar comigo, mudar minha historia e do meu esposo, envolver e fecundar o meu ventre da Tua  fertilidade e vida para conceber, gerar, assim como nos criou para sermos fecundos, em nome de Jesus. Amém!”
16 Eu a abençoarei e tam­bém por meio dela darei a você um filho. Sim, eu a abençoarei e dela procederão na­ções e reis de povos". Gênesis 17
Deus, no capitulo de Genesis deu essa promessa à Sara e hoje Ele estende a você! Não sei qual são os caminhos que você passou e as dificuldades que nele tem enfrentado, mas Aquele que age e faz sabe de todas as coisas e sabe do tempo oportuno para cada realização na tua vida! O nosso querer a respeito desse sonho é primeira manifestação do sonho que Deus tem sonhado para as nossas vidas, mas não se pode esquecer de que para tudo a  vontade soberana é de Deus!
Essa vontade não se trata de birra, de um simples querer da parte do Senhor, mas sobre aquilo que Ele enxerga para tua vida, de uma vontade que é sempre boa, perfeita e agradável de Quem enxerga a obra por completa...
O Senhor te pede que você receba a cura no seu interior de qualquer ressentimento que ainda a prende, te cega e te leva a esfriar a tua fé.
E como um pai amoroso Ele te diz: “Minha amada, apóie-se e confie em Mim e meu amor a levara no centro da minha vida e realizara os sonhos do teu coração.”
Não sei se a vontade do Senhor  é que você venha conceber em seu ventre ou através do coração. Mas o que ele te diz é que te abençoara e de ti procedera uma nação! E não há NADA, NINGUÉM, OU COISA ALGUMA QUE POSSA FRUSTRAR OS PLANOS DE DEUS SOBRE A TUA VIDA  a não ser que você se permita. ACREDITA! CONFIA! NÃO DESISTA!!! Ele te pede a confiança plena, o arrependimento e abandono, e sobretudo uma esperança inabalável em seu filho Jesus! Você jamais esteve só. Em suas dores e aflições Ele é quem te segurou quando já não conseguia ficar de pé...Mas agora é tempo de viver  o novo, de renovar a esperança e perseverança, de renovo interior para que flua através de ti todo amor, graça e milagre que o Senhor anunciara ao mundo através da tua historia de vida! Basta confiar, e lembrar que o querer é teu, e fazer o que compete a ti em termos médicos do que é solicitado é parte importante para o teu milagre acontecer, mas sobretudo a vontade é de Deus! Você não pode se conformar com essa limitação, Deus não te criou assim e nem quer te ver aprisionada em frustações! Não! Porque os sonhos de Deus sobre a tua vida e do seu esposo jamais se frustrarão!!!! E o impossível só existe para aquele que não crê!!!
O milagre acontece para aqueles que insistem, não desistem, que dia e noite entregam ao Senhor em orações o desejo e sonhos do coração.
E através dos caminhos que você percorrer, e de tudo aquilo que parecia improvável, impossível, Deus fará um milagre ainda maior para ser esperança à outros!
 

Vamos Orar:
 
Deus pai de infinito amor e bondade toque agora no ventre de cada mulher que se coloca em oração, faz de nós como com Sara abençoada  pela herança de gerar um filho da promessa feita por ti, derrama a Tua unção de  Cura e a tua fertilidade em todo nosso ser, no nosso lar, e faz de nós e de nossos filhos o testemunho de um milagre poderoso para a honra e gloria do Seu nome, por Cristo nosso Senhor, Amém.

O Céu está em Festas!!!

Hoje o céu está em festas, se o meu bebê estivesse aqui hoje ele estaria completando um ano.
É bem o que dizem um filho não apaga o outro e mesmo com toda a minha tristeza em perder a minha gatinha, jamais me esquecerei do meu primeiro, do bebê que nem chegue a escutar seu coração, saber o seu sexo, mas para amenizar a minha dor eu com certeza sempre irei chamá-lo de meu Miguelzinho.

Filho a mamãe em nenhum momento irá esquecer da sua existência, vc fez parte da minha vida, e hoje eu tenho muito orgulho de dizer que sou sua mãe, meu pequeno anjo, espero que vc e a sua irmã estejam juntinhos, cuida dela viu.

Te adoro muito, meu anjo.

quinta-feira, 21 de agosto de 2014

5ª Semana da segunda campanha "Tentantes em Oração" por Pri

Mais uma semana das nossas orações
Eu creio que Deus irá me dar um filho, e eu poderei contar-lhe o quanto Deus esteve em meu coração durante esta espera
 
Olá meninas, hoje venho compartilhar e orar com vocês a vida de Ana em 1 Samuel capítulo 1, 1-18.:  Houve um homem de Ramataim-Zofim, da região montanhosa de Efraim, cujo nome era Elcana, filho de Jeroão, filho de Eliú, filho de Toú, filho de Zufe, efraimita.
2 Tinha ele duas mulheres: uma se chamava Ana, e a outra, Penina; Penina tinha filhos; Ana, porém, não os tinha.
3 Este homem subia da sua cidade de ano em ano a adorar e a sacrificar ao SENHOR dos Exércitos, em Siló. Estavam ali os dois filhos de Eli, Hofni e Finéias, como sacerdotes do SENHOR.
4 No dia em que Elcana oferecia o seu sacrifício, dava ele porções deste a Penina, sua mulher, e a todos os seus filhos e filhas.
5 A Ana, porém, dava porção dupla, porque ele a amava, ainda mesmo que o SENHOR a houvesse deixado estéril.
6 (A sua rival a provocava excessivamente para a irritar, porquanto o SENHOR lhe havia cerrado a madre.)
7 E assim o fazia ele de ano em ano; e, todas as vezes que Ana subia à Casa do SENHOR, a outra a irritava; pelo que chorava e não comia.
8 Então, Elcana, seu marido, lhe disse: Ana, por que choras? E por que não comes? E por que estás de coração triste? Não te sou eu melhor do que dez filhos?
9 Após terem comido e bebido em Siló, estando Eli, o sacerdote, assentado numa cadeira, junto a um pilar do templo do SENHOR,
10 levantou-se Ana, e, com amargura de alma, orou ao SENHOR, e chorou abundantemente.
11 E fez um voto, dizendo: SENHOR dos Exércitos, se benignamente atentares para a aflição da tua serva, e de mim te lembrares, e da tua serva te não esqueceres, e lhe deres um filho varão, ao SENHOR o darei por todos os dias da sua vida, e sobre a sua cabeça não passará navalha.
12 Demorando-se ela no orar perante o SENHOR, passou Eli a observar-lhe o movimento dos lábios,
13 porquanto Ana só no coração falava; seus lábios se moviam, porém não se lhe ouvia voz nenhuma; por isso, Eli a teve por embriagada
14 e lhe disse: Até quando estarás tu embriagada? Aparta de ti esse vinho!
15 Porém Ana respondeu: Não, senhor meu! Eu sou mulher atribulada de espírito; não bebi nem vinho nem bebida forte; porém venho derramando a minha alma perante o SENHOR.
16 Não tenhas, pois, a tua serva por filha de Belial; porque pelo excesso da minha ansiedade e da minha aflição é que tenho falado até agora.
17 Então, lhe respondeu Eli: Vai-te em paz, e o Deus de Israel te conceda a petição que lhe fizeste.
18 E disse ela: Ache a tua serva mercê diante de ti. Assim, a mulher se foi seu caminho e comeu, e o seu semblante já não era triste.
 
O seu nome, assim como o seu modo de ser, nos apresenta uma mulher "graciosa" amável, mansa e generosa.
Apesar de possuir estas tão boas características, ela vivia triste.
A Bíblia nos diz que ela e Penina eram esposas de Elcana. Mas enquanto "Penina tinha filhos" ela "Ana não os tinha".
Num lugar mais profundo do seu coração, estava o imenso desejo de ser mãe. A sua alma ansiava por um filho mas a Bíblia diz que "o Senhor lhe tinha cerrado a madre" (1Sa 1:5b).
O seu desejo não estava coincidindo com o desejo de Deus na sua vida naquele momento. O tempo de Deus era diferente do seu tempo, assim como foi o tempo de Sara, o de Rebeca e o de tantas outras mulheres que amavam ao Senhor mas tinham também suas madres cerradas.

No seu casamento com Elcana havia coisas desagradáveis que a faziam sofrer:
1- Elcana, seu marido, não era só dela mas havia uma outra esposa - Penina;
2- o Senhor havia cerrado a sua madre e, assim, ela não podia ter filhos;
3- a sua rival a provocava para a irritar (ela tinha filhos e Ana não).
Apesar da tristeza que carregava consigo, ela tinha um marido que a amava.
Ah, irmãs, Elcana não conhecia o anseio que toda mulher tem de ter filhos. Ana o amava mas queria que o Senhor lhe concedesse o privilégio de ter um filho em suas mãos.

Assim como ela, coloquemos também diante do Senhor...
a) o sofrimento que abate o nosso semblante;
b) nossos momentos de solidão;
c) a amargura que guardamos em nosso coração;
d) a tristeza que invade a nossa alma;
e) a ansiedade que nos faz definhar... e depois...
Adoremos, adoremos e adoremos o Senhor que nunca nos abandona e está sempre cuidando de cada detalhe da nossa vida.

Depois que Ana ouviu o seu marido, Elcana, perguntar-lhe se ele não era "melhor do que dez filhos", ela levantou-se e foi para o templo orar e derramar a sua alma no trono do Senhor. Sim, ela foi adorar a Deus e orar pelos problemas que a estavam deixando triste.
Ana orava e chorava com "amargura de alma". Ela não estava só porque procurou refúgio no Senhor. Deus estava com ela e ouviu quando ela Lhe pediu um filho. Este pedido, no entanto, veio acompanhado de um voto.
Irmãs, este voto que Ana fez ao Senhor, não foi fácil. Mas ela, certamente, o fez porque o Senhor estava trabalhando em seu coração e incutindo nele o desejo de ter algo mais precioso do que apenas ter um filho - mas ter um filho para dá-lo ao Senhor.

Deus ouviu a oração de Ana. Ele veio até ela para satisfazer as suas necessidades, dar consolo e conforto à sua alma. Somente Ele seria capaz de consolar o seu Deus também a Sua Palavra para nos consolar e confortar. Ele nos diz:
"Isto é a minha consolação na minha aflição, porque a Tua Palavra me vivificou" (Salmo 119:50).

"E sabemos que todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito" (Rom 8:28).

Enquanto Ana chorava e orava silenciosamente, apenas movendo os seus lábios, o sacerdote do templo, Eli, a viu e pensou que ela estivesse embriagada. coração, dar alívio, apoio e encorajamento. Irmãs, vejam como Ana reagiu. Ela falou com voz mansa, com respeito e dizendo exatamente o que ela estava sentindo.
Será que eu ou você usaríamos o mesmo tom de voz (talvez nos revoltássemos e aumentássemos um pouquinho a nossa voz)?
Será que eu ou você teríamos o mesmo respeito e reverência? Vemos na Palavra de Deus que o sacerdote, diante do modo respeitoso e sincero de Ana, impetrou a bênção sacerdotal dizendo:
"... Vai em paz; e o Deus de Israel te conceda a petição que lhe fizeste" (1Sa 1:17).

A partir daí, o quadro da vida de Ana mudou mesmo tendo que...
* dividir o seu marido com a outra;
* ouvir as ofensas da outra;
* encarar o fato de que ainda era estéril;
* lembrar que foi mal compreendida pelo sacerdote.

Ela saiu do templo feliz e com certeza no coração de que a sua vida, a partir daquele momento, iria mudar.
A Bíblia nos diz que ela "... foi o seu caminho, e comeu, e o seu semblante já não era triste" (1Sa 1:18).
Ana, creu, pois o semblante já não era o mesmo.
Pela fé, ela acalmou a sua alma e repousou no Senhor, esperando apenas o dia em que iria ter em seus braços o filhinho que ela tanto desejava mas que iria ofertar ao Senhor.

Irmãs
, este é o exemplo a ser seguido por nós. Quando oramos ao Senhor e, com fé, depositamos todos os nossos problemas a Seus pés, então devemos mudar o nosso semblante e deixar o mundo ver em nós um brilho que vem de um coração transformado por confiar em Deus. Isto é fé.
O Senhor, na Sua Palavra, nos diz em Filipenses 4:4:
"Regozijai-vos sempre no Senhor; outra vez digo, regozijai-vos."

Por que ficar triste? Por que não confiar? Regozijemo-nos e confiemos que o Senhor é quem controla a nossa vida e é Ele quem deseja o melhor para nós!
Vamos Ora:
"Senhor, meu Deus, obrigada porque Tu conheces o meu coração e cuidas dele.
Obrigada, Pai, por responderes as minhas orações e súplicas.
Perdoa-me pelas tantas vezes que abri a minha alma a muitas pessoas e não me lembrei de abri-la primeiramente a Ti.
Perdoa-me por, muitas vezes, não Te ter colocado em primeiro lugar em minha vida.
Senhor, que eu possa confiar em Ti, sabendo que Tu podes mandar anjos - que são nossos irmãos em Cristo - para nos consolar, aconselhar e nos dar o conforto que vêm única e exclusivamente de Ti. Que o Senhor possa, no seu tempo, abrir a nossa madre assim como fez com Ana lhe dando o filho da Promessa. Cremos em ti oh Senhor que tudo Tu podes e és o Senhor das nossas vidas.
Obrigada, Pai!"     Por: Priscila Andréa. Blog: Esperando a visita da Cegonha.

terça-feira, 12 de agosto de 2014

4ª Semana da segunda campanha "Tentantes em Oração" por Edi



Bom dia meninas,


Nossa esta semana foi bem turbulenta na blogosfera hein... e mesmo longe as meninas deixaram eu compreender o que estava acontecendo e agradeço imensamente, porque Deus falou comigo algumas coisas, e eu estava pensando em como fazer para fazer o que ele me pedia, mas não na sua totalidade, então veio essa bomba... e eu entendi mais uma vez que Deus está cuidando de mim.


A oração de hoje me deu mais a certeza de que um dia eu terei sim meus frutos, e falarei para o mundo a minha vitória, minha jornada, minha caminhada, mas como foi um caminho percorrido junto a Deus, eu venci.


Sei que a jornada será longa, terei muitas chances de parada, mas não pensarei em nada, apenas em mim, apenas no meu marido e com Deus ao nosso lado não irei desistir.

Beijos


Eis que os filhos são herança do SENHOR, e o fruto do ventre o seu galardão.

( Salmos 127:3 )


A palavra de Deus nos diz que temos o direito de gerar. Os filhos são legado dos pais, vemos o cuidado e zelo do Senhor em continuar as famílias por gerações. Somos comparados a arvores e geramos frutos, no tempo determinado por Deus.

Gerar é o inicio de uma nova vida, aos poucos enchendo de amor e alegria, preocupações e tantas outras coisas que acontece nesse percurso, até o dia mais esperado, sua chegada.

Um dia alguém me disse o seguinte: “viajar é melhor do que chegar”. Não teve muito sentido, mas é porque costumamos pensar apenas no resultado para onde quer que nós queiramos “chegar”, chegar na vida.

Mas, quando temos um foco, o milagre está onde percorremos, entendi que na verdade o que acontece ao longo do caminho é o que importa. Os tropeços, as quedas, as lutas, vitórias, e etc. É a jornada que importa não o ponto de chegada. O Ponto de chegada é a missão e quando a encontramos nos sentimos presenteados por Deus. O tempo de Deus é o que vale.

Deus nos deu direitos e precisamos tomar posse daquilo que é nosso, por isso... Precisamos acreditar que o futuro vai dar certo como deve ser e Ele só pertence a Deus e ainda mais, viver o presente é uma dádiva e quando você o vive, está escrevendo sua historia e deixando sua marca.

Percebi ainda que, o que passamos são experiências e não podemos dizer que não importa se dói ou não, porque importa sim...mas queremos viver aquilo que nos foi prometido. Mas no final o Senhor nos abençoa com a maior alegria de todas...

A espera de um milagre – Tamires Pragana
Pode se ouvir do quarto a oração
Um clamor incansável de alguém que
Está a espera de um milagre.
Pode se ouvir do quarto a oração
Um clamor incansável de alguém que
Está a espera de um milagre.
As lágrimas rolam, só sussurro e dor
Aos olhos do homem não há solução.
Deus não se atrasa para te socorrer
Quando o crente põe o joelho no chão.
A oração do justo move as mãos de Deus
O seu sonho jamais será em vão
De madrugada quando se põe a orar
Deus ouve sua oração
O seu sonho jamais será em vão.

Essa musica me marcou muito, todos dias eu cantava, me dava forças pra continuar, pois sei que nossos sonhos não é em vão.

Vamos Orar: Pai, a tua palavra nos diz que com o Senhor podemos todas as coisas, nós cremos que És o Deus do impossível.Que Possa realizar o desejo do nosso coração, realizando nossos sonhos, cuidando do nosso ventre, curando e nos dando paz e graça,e já somos agradecida por teu amor e cuidado, mesmo diante as lutas, o Senhor está conosco. Por isso te peço, abençoe a cada uma de forma especial em nome de Jesus.


Amém!

terça-feira, 5 de agosto de 2014

3ª Semana da Segunda campanha "Tentantes em Oração" por Rejane

Já estamos na terceira semana de oração, a oração dessa semana foi feita pela Rejane Porfiro do blog Esperando Meu Milagre Acontecer.
E a oração desta semana falou novamente comigo, afinal, eu sou prova viva de alguém que se revoltou contra Deus e não tenho a menor vergonha de dizer isto, pois quando  me vi naquela situação entre escolher entre a minha vida e a da minha filha ou apenas pela vida dela, no mesmo dia em que há um ano descobri que estava grávida, no mesmo mês e semana em que perdi um filho, eu lhe perguntei, eu gritei, eu me revoltei, eu não entendi porque comigo, porque aquele Deus tão cruel estava fazendo novamente aquilo comigo, como assim???
E Deus me colocou em seu colo, e me disse bem baixinho que era o máximo que ele podia fazer naquele momento por mim, que ele não podia fazer nada mais, e que eu já tinha cumprido a minha missão como mãe da Cacáh, um anjo que precisava de carinho, e amor, e teve muito, por isto, ele precisava levá-la.
Deus me disse que havia me escolhido porque ele sabia que mesmo na revolta, mesmo sentindo tanta dor, mesmo reclamando do mundo, dizendo que ele não me amava, ele tinha certeza que eu nunca perderia a minha fé, e eu confiaria que ele me entregaria um filho vivo, que eu entenderia que se até Jesus se sentiu abandonado, que eu não teria vergonha de dizer isto para ninguém.
Hoje eu tenho orgulho de dizer que me revoltei contra Deus, mas ele na sua máxima sabedoria, me acolheu em seu colo e me disse filha confia em mim, eu concederei a sua graça. Você confiou em mim, e mesmo que o caminho pareça difícil, você será prova viva do meu poder. E contará para o mundo o quanto Deus é maravilhoso e agiu na sua vida.

Então mesmo nas dificuldades, jamais desistam dos seus sonhos, porque existe um Deus maior, um Deus superior, um Deus que te ama acima de tudo, confie, porque tudo dará certo.

Amigas, tentantes, lutantes, desejantes, guerreiras, persistentes e mães. Sim. Somos mães, pois desde que este desejo surgiu em nossos corações, carregamos nele o filho que um dia carregaremos em nossos ventres, em nome de Jesus!

Hoje antes de escrever a nossa oração da terceira semana da Campanha, pedi ao Espírito Santo que mostrasse qual palavra Ele guardava para nossos corações tão cheios de espera pelo nosso milagre.

Eis então, que diante dos meus olhos, Jó surge com os seguintes dizeres: Jó 23, 2-7. 10-14

“Sim, hoje minha queixa é uma revolta;
 
A mão de Deus pesa sobre meus suspiros.
Ah! Se pudesse encontrá-lo,
E chegar até seu trono!
Exporia diante dele minha causa,
Encheria minha boca de argumentos,
Saberia o que ele iria responder-me,
E veria o que ele teria para dizer-me.
Oporia ele contra mim a sua onipotência?
Bastaria que lançasse os olhos em mim;
Seria então um justo a discutir com ele,
E eu iria embora definitivamente absolvido pelo meu juiz.
Mas ele conhece meu caminho;
E, se me põe à prova, dela sairei puro como outro.
Meu pé seguiu os seus traços,
Guardei o seu caminho sem me desviar.
Não me afastei dos preceitos de seus lábios,
Guardei no meu íntimo as palavras de sua boca.
Mas ele decidiu alguma coisa; quem o fará voltar atrás?
Ele faz o que bem lhe agrada
Realizará seu designo a meu respeito,
E tem muitos projetos iguais a este.”
Quantas vezes nos sentimos sufocados diante de Deus?
Quantas vezes estamos revoltados com Ele porque não faz a nossa vontade?
Quantas vezes desejamos questionar Deus pessoalmente porque tanto sofrimento para conceber e ter um filho?
Quantas vezes queremos reclamar com Ele o quanto tem demorado para este sonho se realizar?
Quantas vezes desejamos expor a Ele os motivos pelos quais desejamos ser mãe tão logo quanto possível?
Sim, nós desejamos como Jó desejou, nós muitas vezes nos sentimos revoltados como Jó se sentiu e quis, como nós também queremos, ir à Deus tirar satisfação, esclarecer, ouvir o que o Pai tem a dizer sobre toda essa dor da infertilidade.
E se ficássemos diante de Deus, seríamos as melhores advogadas de nós mesmas.

Tenho certeza que Deus nos deixaria falar tudo o que quiséssemos, mas quando Ele resolvesse nos responder...Ficaríamos boquiabertos com os motivos que Ele nos escolheu para percorrer este caminho nada agradável. Ficaríamos ainda mais surpresos quando Ele nos contasse como será o final desta jornada...

Eu muitas vezes supliquei, chorei, gritei e me queixei com o Pai, as vezes ainda faço. Mas peço paciência e sabedoria para seguir os caminhos que Ele escolheu para mim pois, nada tenho eu a fazer que me entregar a Ele e acreditar. Eu não preciso entender o porque de tudo isso, nem você, mas precisamos sim, ACEITAR tudo isso.

Aceite as lutas que Deus trilhou para você, mas não se conforme com elas. Lute, vença em Deus cada uma pois, há projetos por trás de todas elas e sim, há grande felicidade no final. Não há mal que dure para sempre.

Jó quis ir até o Pai queixar-se, desejou um encontro com Deus. Nós não precisamos ir diante de Deus para confrontá-lo, e sabe porque? Porque Deus é sábio, lê nossos pensamentos, vê o que se passa em nosso coração, nosso confronto com Ele é diário. Ele vê além de nós e sabe quão sinuosas são as trilhas que precisamos percorrer para chegar aonde Ele quer.

Se percorrermos os caminhos trilhados pelo Pai, teremos sim todas as respostas para nossas perguntas, teremos sim nossa recompensa.

Não temos escolha melhor que esta: seguir os caminhos que Deus trilhou para nós. Mesmo que estes pareçam difíceis, são eles que nos levarão à felicidade. Fácil não é, mas quem os prometeu que seria? Deus disse que precisamos passar pela porta estreita, que seu fardo é leve... Meninas, vcs já viram um fardo fácil de carregar? Eu nunca vi, mas em Deus eu sei que tudo se torna mais leve, mais suave.

Em Deus tudo é possível, creia porque grandes planos ele fez para você.
Somos fracos e questionamos e confrontamos a Deus, Ele entende, é Pai, nos criou e sabe de nós mais que nós mesmos, não se preocupe, Deus é muito compreensivo.

Se tudo fosse sempre como desejamos, sem a destra de Deus para nos orientar, poderia ser até ser mais fácil, mas com certeza não seria melhor. Os planos de Deus pra nós são sempre os melhores.

As vezes, estou desanimada e descrente, Deus me dá uma sacudida mostrando milagres que acontecem ao nosso redor. Ele não precisava nos mostrar nada, não precisava nos dar sinais da sua bondade e quão grande é a sua força. Mas Deus é misericordioso e olha por nós, por isso tenha certeza que o seu milagre vai acontecer, confia no Senhor e deixe-O levar pelos caminhos que trilhou para você.

Vamos orar:

Pai, diante de tantas impossibilidades, trilhe para mim um caminho que me leve á Sua vontade. Ajude-me a aceitá-la, a acreditar em Ti e a me deixar guiar pela sua destra.
Que eu seja o barco e o Senhor o mar, que seu sopro me impulsione a lugares onde eu jamais poderia ir sem Ti.
Quando eu me abalar diante das dificuldades, me pegue em seus braços e leve-me .
Se eu me desvirtuar ou deixar de crer, não desista de mim, mostre-me que para Ti nada é impossível, me coloque novamente de pé e ensina-me novamente a caminhar.
Pai, que toda luta, toda dor, todo medo, tristeza, angústia se tornem chuva de bênçãos e graças em nossas vidas.
Nos dê a graça de gerar e ter filhos com vida e saúde pois, desejamos e sabemos que este também é o Seu desejo pra nos.

Amém!!!